No invisível, tu tornas-te visível, consegues olhar-te, observar-te como um Ser Real, um Ser Uno, mesmo dentro da Mente Dual. Não há qualquer sentimento aqui e agora, Pura Consciência te Invade, não há um sentimento, não há uma emoção. Tu Existes, Tu és Real, simplesmente, Tu és Real e Tudo o que é uma Forma aparente que parece estar equidistante de Ti é apenas a Forma, a Forma que dá um Corpo, que dá Energia, que dá a Mente, mas Tu continuas a Ser esta Consciência e na Consciência Tu és Real, Tu És por Ti Próprio, Tu És pelo Ser, Tu És por Tudo o que existe e Tudo o que Existe está em Ti, Tu És Simplesmente, És um Ser Consciente! Continuas nesta presença, nesta presença muito presente em Ti, em Pura Consciência…e deixas-te mergulhar simplesmente, num Silêncio Profundo, um Silêncio onde ecoa a Pura Consciência.

Share This